Eletrolux
Blog Casa Electrolux | Conheça a Casa | Fotos da Casa | Galeria de Eventos
Casa Eletrolux
Blog Casa Electrolux

A tendência dos Parklets no Brasil

 8456346165_3b9fd6965d_c

Parklet na 24th Street, em San Francisco.

Crédito: San Francisco Planning Department http://j.mp/1xkoQhK

O parklet é uma minipraça com espaço para sentar, estacionar bicicletas e, basicamente, dar uma parada na correria da cidade e conviver com as demais pessoas. Costuma ser acompanhado de um minijardim, fumódromo e outros itens.

Ele sempre ocupa o espaço de duas vagas de carro em ruas com limite de velocidade de 50km/h. Enquanto duas vagas atenderiam até 40 carros por dia, o parklet atende até 300 pessoas por dia.

O fenômeno começou em 2005, em San Francisco, onde virou política pública a partir de 2009. Por aqui, eles foram criados a partir de uma lei municipal paulistana em abril de 2014, trazidos pelo Instituto Mobilidade Verde.

Hoje, já são doze parklets em São Paulo, e em breve serão 32 e outras cidades, como Canoas (RS), Blumenau (SC) e Recife (PE) já demonstraram interesse em adotar o modelo.

Veja neste post algumas vantagens e iniciativas bacanas dentro desta tendência urbanística.

 15399321481_1abf44a388_h

Crédito: http://j.mp/1xkp3BA

Extensão para os negócios locais

A maioria dos parklets e os que em breve serão inaugurados se localizam próximos a bares e restaurantes. De dia, os parklets de fato funcionam como mini-praças para comunidade. Mas, à noite, acabam se tornando extensões dos estabelecimentos próximos. Os frequentadores fazem os pedidos nos restaurantes e vão consumir nos parklets.

parklet_pita22

Crédito: http://j.mp/1HSyyeY

Ponto de apoio para ciclistas

emptyname_4_1

Crédito: http://j.mp/1BQ9kpb

Os parklets foram pensados para interferir positivamente na vida da cidade. Um exemplo são as minipraças que contam com bicicletários. Onde antes era perigoso e pouco prático estacionar, agora já é possível encontrar segurança para guardar a magrela, enquanto se descansa ou se pratica qualquer outra atividade.

 

Espaços de cultivo comunitários

Um dos novos parklets de São Paulo conta com jardim de ervas cuidado pelo estabelecimento localizado em frente ao local. O restaurante utiliza as ervas cultivadas no parklet em suas receitas, dando uma ideia de como o projeto é capaz de se adequar a cada realidade local, enriquecendo e ampliando a experiência da vida na cidade.

  

Criatividade com sustentabilidade

Uma marca de cervejas que pretende instalar quatro parklets até o final de abril deste ano em São Paulo contemplou painéis solares para gerar energia de forma sustentável nas minipraças. A comunidade só tem a ganhar com mais espaços de convivência modernos, bonitos, seguros e também sustentáveis.

Praca_da_Reinvencao_divulgacao_-_vitacon

Parklet Rua Amauri (Itaim Bibi)

Crédito: http://j.mp/1F1ovR6

 

Para conhecer pessoalmente alguns dos parklet, consulte esse mapa com todos os endereços das mini-praças já inauguradas em São Paulo: http://bit.ly/1LkvvyU.

Seja o primeiro a comentar

Na semana do St. Patrick's Day, conheça algumas tendências em cervejas

Finalmente é aquela época do ano novamente, em que as pessoas se reúnem nos bares das principais cidades brasileiras para celebrar uma data irlandesa que tem tudo a ver com a nossa paixão por cerveja: o St. Patrick’s Day, ou Dia de São Patrício, santo padroeiro da Irlanda, comemorado no dia 17 de março mas observado ao longo de toda a semana.

O Brasil é hoje, no mundo, o terceiro mercado produtor de cerveja, perdendo apenas para os Estados Unidos e a China. Vamos ver agora as principais tendências do universo cervejeiro para 2015. A ideia é ficar por dentro do que está rolando e não perder nada.

 

Witbier

Cervejas do tipo Witbier, mais leves e refrescantes, são ótimas para quem ainda não está acostumado com os sabores mais encorpados. Segundo Guilherme Tonin, da MaltStore, de Porto Alegre, essa é uma das tendências de 2015. Trata-se de uma cerveja de trigo de fabricação belga, que leva semente de coentro e casca de laranja entre os ingredientes, resultando numa bebida com notas condimentadas e cítricas.

 

Boilermaker

Screen Shot 2015-03-10 at 20

Crédito: http://j.mp/1EyziSN

Junte um shot de destilado com uma cerveja e você terá um “boilermaker”, uma das apostas de 2015. O The New York Times recentemente publicou uma matéria de página inteira sobre o clássica combo que está ganhando adeptos lá fora. As opções vão desde uísque barato com cerveja mais barata ainda até as duplas mais refinadas.

 

Cervejas flavorizadas e com pouco ou nenhum álcool

Ainda flertando com o público feminino, mas cada vez mais mirando nos consumidores em geral, as alternativas flavorizadas e com pouco ou nenhum álcool devem se consolidar e ganhar terreno em 2015. O setor, porém, continuará sendo um nicho, que atrairá cada vez mais entusiastas por sabores mais adocicados, aumentando ainda mais a oferta de alternativas às grandes marcas cervejeiras.

 

Speers

imagem1

Crédito: http://j.mp/19D9Ukx

Muitos especialistas esperam que as speers, ou “spirit beers”, conquistem o paladar de parcelas cada vez maiores de consumidores. O resultado da mistura da cerveja com outras bebidas alcoólicas, reunidas sob um mesmo rótulo, deve ganhar espaço tanto nos mercados maduros lá de fora como por aqui, onde o mercado alternativo é ainda incipiente.

 

Artesanais

Devemos começar a ver um crescimento da “coopetição” (concorrência cooperativa) entre as pequenas marcas artesanais. O setor está deixando de ser tão informal e passando a ter um status mais elevado. Ainda não está claro para onde o setor caminhará, porém, já que algumas marcas deverão, com o tempo, acabar sendo absorvidas por gigantes do mercado cervejeiro.

 

Orgânicas

 organic

Crédito: http://j.mp/1EyziSN

 

A oferta de marcas orgânicas chega com mais força em 2015. Com a preocupação cada vez maior com a qualidade e segurança dos ingredientes, que envolve saber até mesmo a origem exata de tudo que se está comprando, as cervejas orgânicas são uma das apostas para atrair cada vez mais interessados em produtos de altíssima qualidade.

 

Rótulos

 craft

Crédito: http://j.mp/19DaaAf

Os rótulos devem seguir algumas tendências este ano, segundo a agência de pesquisa londrina The Big Picture: simplicidade total (deixando claro que o produto é mais importante que o rótulo); design clean; inovações como embalagens em lata; e rótulos das artesanais como referência para outros tipos de cerveja.

 

Considerações finais

Em pesquisa realizada em janeiro e fevereiro de 2015 com consumidores brasileiros, as marcas mais lembradas, entre artesanais e convencionais, foram Heineken, Colorado, Eisenbahn e Wäls. Lá fora, o jornalista americano especializado em cervejas Joshua M. Bernstein visitou o Great American Beer Festival e destacou algumas tendências específicas para as artesanais em 2015:

 

- Cervejas 100% Brettanomyces (feitas com levedura selvagem)

- Mais opções de Pilsners e lagers

- Sour Beers mais acessíveis

- Smoky Beers em evidência

 

Deu sede? Então, bora abrir uma gelada. Opções é que não faltam.

Seja o primeiro a comentar
Página 1 de 15812345...Última »
© 2010 Electrolux. Todos os direitos reservados.
RSS Feed