Eletrolux
Blog Casa Electrolux | Conheça a Casa | Fotos da Casa | Galeria de Eventos
Casa Eletrolux
Blog Casa Electrolux

Surpreenda com vinhos de origens não convencionais

imagem1

Foto: Telegraph / Reprodução

Ao escolher um vinho, dificilmente optamos por vinhos que não sejam de origem chilena, argentina ou francesa ou italiana. Mas com os avanços na tecnologia do plantio de uvas e produção de vinho, hoje é possível plantar uvas e produzir bons vinhos em praticamente qualquer lugar do mundo. Conheça algumas regiões não usuais que vem produzindo vinhos de ótima qualidade.

 

Grécia

imagem2

Foto: Elloinos / Reprodução

Na Grécia, já foram encontradas artefatos vinícolos em escavações datados de 1600 aC. Hoje os gregos mais de 300 variedades de uvas - algumas delas ancestrais - com o objetivo de fortalecer sua presença no mundo do vinho. Segundo especialistas, os vinhos gregos são interessantes e merecem ser colocados à prova.

 

Eslovênia

imagem3

Foto: Devenish Wine Geek / Reprodução

O comunismo deixou a cultura de vinhos da Europa Oriental um tanto escondida. Mas com a abertura e modernização destas tradições, os vinhos eslovenos são alguns dos mais empolgantes do momento. As estrelas são vinhos brancos que utilizam técnicas de envelhecimento semelhantes às usadas nos brancos.

 

Bulgária 

imagem4

Foto: Punctul Pevin / Reprodução

Nos anos 70, a Bulgária era uma grande produtora de cabernets, mas a história mudou quando a Austrália e o Chile entraram no mercado. Os investimentos rarearam, as vínicolas fecharam, mas agora os búlgaros ensaiam um retorno com ótimos vinhos de bom custo benefício.

 

Japão

imagem 5

Foto: Wine Terroirs / Reprodução

Há apenas uma década a maioria dos especialistas em vinho torciam o nariz para as garrafas japonesas. Mas perfeccionistas que são, foram necessários apenas 10 anos para mudar essa impressão. A estrela da produção é a uva koshu. Essa espécie produz vinhos semelhantes aos vinhos verdes.

 

Índia

imagem6

Foto: Ameblo / Reprodução

Para fechar a nossa seleção vem o país considerado mais exótico, a India. Mas ao contrário do que se possa imaginar, a maioria dos vinhos são fabricados com variedades de uvas que já estamos conhecemos, como as cabernets, shiraz, merlots e chadornnays

 

Conte para gente a nacionalidade do vinho que você ficou com mais vontade de degustar depois de ler este post.

 

Seja o primeiro a comentar

Dia do pão com três receitas de países diferentes

Tem coisa mais gostosa que um pão quentinho? Pouca gente vai discordar! Para comemorar o Dia do Pão saboreando esta delícia, separamos três receitas, cada uma de um lugar diferente do planeta, para mostrar como o pão nosso de cada dia pode ser diferente e delicioso.

 

Ciabatta

ciabatta

Foto: Old Heart Bread Company / Reprodução

Ciabatta é um pão branco de origem italiana e seu nome  significa chinelo - uma alusão ao formato achatado. Os sanduíches feitos a partir desse pão têm um nome especial, o panino.

 

Ingredientes:

1 kg de farinha de trigo branca

800 ml de água, em temperatura ambiente

30 g de fermento biológico

20 g de sal

100 ml de azeite de oliva

 

Modo de preparo:

Numa vasilha grande, misture a farinha e o sal. Dilua o fermento em água e adicione a metade do fermento diluído à farinha. Misture bem até formar uma massa bem líquida e coloque o restante do fermento diluído. Amasse vigorosamente a massa (que parece um mingau) com as mãos por 10 minutos, até começar a ter um pouco de consistência.

Misture o azeite e amasse novamente por mais 10 minutos. Deixe a massa crescer na própria vasilha durante 1 hora. Depois, vire a massa em cima da mesa previamente polvilhada com farinha. Corte com uma faca os pedaços de massa e coloque diretamente na assadeira, previamente untada com azeite de oliva. Pré-aqueça o forno por pelo menos 15 minutos. Depois, é só colocar os pães para assar por 20 minutos.

 

Naan

naan

Foto: Stonefire / Reprodução

O Naan é um tradicional pão indianos que acompanha a maioria das refeições no país.  De formato redondo e achatado, esse pão assado normalmente em uma chapa fica uma delícia acompanhando chutneys e os caldos dos currys.

 

Ingredientes:

900 g de trigo especial

5 g de fermento biológico seco

360 g de iogurte natural

1 colher (chá) de sal

 

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes na batedeira e bata bem por aproximadamente 15 minutos. Deixe crescer por cerca de 3 horas. Faça uma bolinha e estique com um rolo, deixando a massa com um formato oval. Asse na chapa.

 

Baguette

baguette

Foto: GNT / Reprodução

O pão francês, por excelência, é conhecido em todo mundo por seu formato alongado e sua casca crocante. Uma receita que não poderia faltar na nossa seleção de pães pelo mundo.

 

Ingredientes:

1 kg de farinha de trigo especial

20 g de sal

30 g de fermento biológico

600 ml de água gelada

Um pouquinho de farinha de trigo, para polvilhar a mesa

1/2 copo de água (para o passo final)

 

Modo de preparo:

Ponha a farinha sobre a mesa e triture o fermento com as mãos. Misture bem o sal na farinha. Faça um buraco no centro e coloque dentro o fermento. Junte a água gelada aos poucos e, com a mão, vá desmanchando o fermento e misturando à farinha.

Trabalhe a massa até obter um composto homogêneo e elástico, que desprenda facilmente das mãos. Vá retirando pedaços da massa e jogando-os de volta. Repita várias vezes esse movimento de grudar e desgrudar, até que toda a massa tenha sido "beliscada".

Jogue a massa sobre a mesa, abra-a um pouco com as mãos e dobre-a sobre si mesma, rapidamente. Repita esse gesto várias vezes, para que a massa fique bem oxigenada.

Faça uma bola com a massa, cubra-a com um pano úmido e deixe-a descansar por vinte minutos, em um lugar que não tenha corrente de ar. Com uma faca, divida a massa em sete pedaços (cada pedaço dará um pão), sem mexer nos formatos. Cubra-os com um pano úmido e deixe-os descansar por vinte minutos.

Enfarinhe ligeiramente a mesa e abra cada pedaço de massa com a palma da mão. Faça rolos grossos e alongue-os, deixando-os com as pontas bem finas. Distribua os pães em assadeiras e espere a massa crescer por uma hora e meia, coberta com um pano úmido.

Pré-aqueça o forno a gás em temperatura bem alta (250°C). Faça cortes transversais bem leves nas baguettes, coloque-as no forno e baixe a temperatura para média. Jogue meio copo de água na placa inferior do forno para que o vapor dê brilho ao pão. Retire as baguettes após quinze minutos de forno, aproximadamente.

 

Gostou da nossa seleção? Qual dessas receitas você pretende preparar neste Dia do Pão?

Seja o primeiro a comentar
Página 1 de 14712345...Última »
© 2010 Electrolux. Todos os direitos reservados.
RSS Feed